quinta-feira, 30 de julho de 2020

Apostila Conhecendo As Vogais - Mãe Protagonista


A apostila "Conhecendo As Vogais" foi elaborada baseada no método fônico e é uma ferramenta de introdução da consciência fonológica para crianças a partir de 3 anos.
Os principais objetivos a serem atingidos com a criança ao utilizar essa apostila, são:
* Conhecer e reconhecer o som de cada vogal;
* Identificar as figuras que iniciam com os sons das vogais conhecidas;
* Conhecer a forma escrita das vogais;
*Aprimorar a motricidade fina, lateralidade e orientação espacial através de traçados, contornos e recortes;
* Estimular a atenção e percepção visual;
* Despertar o interesse pelo sons das letras e identificá-los em objetos e palavras do seu cotidiano;
* Desenvolver o hábito da atenção e da execução perfeita (com capricho e terminar o que lhe foi proposto);
(Assista o vídeo acima para conhecer a apostila por dentro)

Quer experimentar com seus filhos? Baixe uma AMOSTRA GRÁTIS clicando aqui!


Para comprar a apostila versão DIGITAL em PDF clique aqui ou na imagem abaixo:

Para comprar a apostila IMPRESSA clique aqui ou na imagem abaixo:


sexta-feira, 12 de junho de 2020

Homeschooling com crianças pequenas, como começar? - Parte III


Então você, assim como eu, decidiu que o homescholling é a melhor opção para a sua família, os cônjuges estão de acordo, seu filho já possui, pelo menos, 2 anos e meio, e você decide iniciar a educação domiciliar. Então, final, POR ONDE COMEÇAR?
Bom, aqui falarei daquilo que vivenciei, compartilharei o caminho que nós estamos seguindo com a nossa família, dando sugestões para aquelas pessoas que têm filhos pequenos e querem começar a fazer algumas atividades "dirigidas" com seus filhos, visando iniciar uma rotina de horários de "estudo".
Primeiro de tudo vem a leitura. Sim, de novo batendo nessa tecla, mas uma criança que não tem contato com um vocabulário rico não terá um bom desenvolvimento de sua fala. Ela precisa OUVIR, aguçar a atenção auditiva na pronúncia das palavras, pois isso auxiliará no desenvolvimento da fala. Uma criança que sequer fala direito não tem como pensar em pular pra fase da escrita, das atividades, precisamos ir por partes. A leitura dialogada é ótima para estimular o aumento do vocabulário, pois vamos chamando atenção das crianças aos detalhes das ilustrações enquanto conversamos e apresentamos novas palavras e as encorajamos-as a utilizá-las durante o diálogo. Esse vínculo proporcionado pela leitura em voz alta é fundamental para iniciar uma educação domiciliar. Pais e filhos se tornam muito próximos, a relação se estreita e isso vai formando a base de confiança mútua que facilita muito o aprendizado. A memorização de pequenas poesias também é excelente para fazer já com crianças pequenas. Ela proporciona o enriquecimento do vocabulário e auxilia na compreensão das estruturas de frases mais complexas, facilitando o processo futuro de alfabetização. Também nessa fase, por volta dos 3 anos, pode-se iniciar com atividades de traçado e percepção visual(gosto da apostila da @minhaportaestreita , e vi que a @germinarhs tem apostilas nesse estilo. Tem também muita coisa boa gratuita no drive da @our_home_is_cool ). Recomendo muito a apostila de matemática de 3-4 anos(e tudo que ele e a esposa produzem) do @sergio_morselli que é lindíssima, com lições curtas e graduais, um material lindo, fantástico para cativar as crianças(e os adultos também). Tem material da @familiadetrigo para várias idades, são lindos, utilizo aqui em casa e é sucesso!
Enfim, são sugestões para quem realmente quer começar a estruturar um pouco as coisas, mas sem exagero. As atividades "dirigidas" não devem ultrapassar 10-20min diários, as crianças nessa idade precisam brincar bastante livremente, invetar suas próprias brincadeiras, correr, receber muito carinho, ouvir histórias... as atividades "dirigidas" são um início de rotina de estudos, é só pra criança ir aprendendo a pegar o lápis, a se orientar no caderno(e essa percepção já inicia ao ler no colo dos pais quando percebe que se lê de cima para baixo e da esquerda para a direita), e, junto disso, aprender coisas novas através desses belos e excelentes materiais que hoje temos à disposição. Inclusive, estou em fase de estudo e produção de materiais para os pequenos, fiquem por aqui que irei postando os bastidores ;-)
------
Na prática:
- Leitura em voz alta dialogada(conheça mais no guia gratuito do programa "conta pra mim" disponibilizado no site do MEC e no youtube do ministério da educação);
- Leitura e memorização de poesias(Cecília Meireles, Olavo Bilac, etc);
- Muita brincadeira livre;
- Atividades de traçado, percepção visual, pré-alfabetização e "matemática";

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Homeschooling com crianças pequenas, como começar? - Parte II

Você já se perguntou: Por que quero fazer homeschooling?

Mesmo com rotina da casa ok, que já tenha iniciado os estudos sobre educação e já possua o hábito de leitura com as crianças, é bom parar e fazer, seriamente, essa pergunta a si mesma: Será que o homeschooling realmente é a melhor opção para a minha família?

Você acompanha famílias que praticam a educação domiciliar com crianças pequenas? Já leu suas inúmeras postagens, dicas, viu seus stories, leu seus desabafos e percebeu que, muito mais do que "passar conteúdo" e "fazer atividades", a rotina de uma família educadora gira em torno, principalmente, das obrigações do lar? Se ainda não percebeu, gostaria de chamar a atenção para este ponto...
Não podemos (somente) romantizar o homeschooling ou então de idealizar ou tentar comparar-nos com aquela família que seguimos e admiramos. Sim, elas estão ali para nos inspirar, nos dar dicas valiosas, mas precisamos saber que a educação domiciliar é personalizada e de acordo com a realidade e circunstâncias de cada família. Precisamos criar o nosso próprio jeito, ritmo, ambiente físico, organização dos horários, escolha e personalização do currículo, e em meio a tantas informações, queremos absorver e aplicar tudo o que vemos sem nos darmos conta de que cada família tem a sua própria realidade, e é aí que está a maravilha da educação domiciliar, pois ela se encaixa nas particularidades de cada famílias. Às vezes vemos aquela foto linda da mãe passando o conteúdo com o filho, sem saber que no fundo tem um bebê chorando com a fralda cheia e a mãe precisou interromper para trocar, ou a comida estava queimando no fogão.
Estou falando aqui para quem tem crianças pequenas, então essas realidades precisam ser conhecidas. Já cansei de ter que parar tudo pra acudir o bebê que estava chorando sem parar, aprendi na prática que rotina é fundamental pois não dá pra começar atividade com crianças com fome ou sono... essas coisas se aprendem na prática, mas também precisamos parar pra pensar nessas possíveis situações e se estamos dispostas a enfrentá-las. Há pessoas que simplesmente não saberiam lidar com aqueles dias em que nada sai como o planejado e ainda há crianças chorando em volta e conteúdo para ensinar e refeições para servir, e tudo bem! Homeschooling não é para todos. Será que é pra você?
--------
Na prática:
- Faça uma lista do por que você quer praticar a educação domiciliar;
- Pergunte-se se você, realmente, sabe lidar com frustrações e ser flexível em meio a dificuldades e imprevistos;
- Consegue conviver com seus filhos "24h" por dia, 7 dias por semana, te chamando o tempo todo e ainda com as obrigações da casa, marido para dar atenção e cuidados pessoais, sem recorrer a TV o dia todo, estando disposta a se doar e estar presente na vida da sua família? Escreva, ás vezes colocando no papel fica mais fácil de visualizar.

Continua amanhã....

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Homeschooling com crianças pequenas, como começar? - Parte I


Muitas mães, quando descobrem a opção da educação domiciliar, ficam encantadas e querem começar imediatamente a aplicar todas aquelas coisas que observaram outras mães educadoras aplicando com seus filhos, buscam um cronograma para seguir e começar a praticar já. Eu entendo essas mães, esse "mundo" do homeschooling é mesmo encantador, o instagram está cheio de famílias dispostas a compartilhar suas experiências e deixam qualquer um, no mínimo, deslumbrado com esse universo. Todos aqueles livros e apostilas indicados queremos comprar, tudo, ao mesmo tempo, pra ontem!
Querida mãe, eu te entendo, mas te peço CALMA.
Há quem diga que sequer exista "homeschooling" para crianças com menos de 5-6 anos, que as mães só devem se preocupar em deixar que as crianças brinquem livremente, leiam histórias para elas, ou então que somente as mães/pais devem aproveitar esse tempo para estudar sobre educação e nada mais. Concordo, em parte. Sim, acho imprescindível que os pais eduquem, primeiro, a si próprios, estudem sobre educação, sobre os vários tipos de currículos que existem, conheçam a fundo o universo que pensam querer trilhar, que tenham uma rotina bem organizada nas suas casas com alguns mínimos horários fixos para manter a ordem(também algo imprescindível para quem deseja educar em casa), que leiam muitas e muitas (boas) histórias para enriquecer o imaginário e o vocabulário dos seus filhos... Isso tudo é básico! Inclusive, se você não faz nem esse mínimo necessário(possui uma rotina mínima e organizada em sua casa com horários de acordar, refeições e dormir, se ainda não possui o hábito de ler para os seus filhos, se não estudou ou leu o básico sobre educação), o seu "começo" deve iniciar por aí.
------
Na prática:
- Tenha uma rotina básica em casa(horários para acordar, dormir, refeições, limpeza). Pode ser flexível, mas uma ordem mínima deve existir;
- Leia para os seus filhos várias vezes ao dia(mesmo que pareça que ele não está prestando atenção), vá criando uma rotina de leitura. Escolha livros com ilustrações belas e harmônicas;
- Estude sobre educação. Leia blogs e instagram de outras famílias homeschoolers para aprender com elas e aproveite as sugestões de leituras(para pais e filhos);

Continua amanhã...

terça-feira, 9 de junho de 2020

Série: Homeschooling Passo a Passo


Vou iniciar uma pequena série aqui no perfil para auxiliar aquelas mães que pensam em iniciar a educação domiciliar com seus filhos pequenos e não sabem por onde começar.
Tem crescido muito o número de famílias interessadas em praticar o homeschooling. Há os que não fazem idéia do que se trata, mas acham bonito e querem fazer. Há também quem já estudou um pouco a respeito, acompanha a algum tempo famílias educadoras, mas também não sabem por onde começar. Vejo muitas respostas de mães educadoras mais experientes que dizem apenas "seus filhos são muito pequenos, não dá pra considerar que se faz homeschooling com crianças tão pequenas". É claro que essas mães(assim espero) não estão planejando começar a aplicar atividades durante 4 horas diárias para seus filhos de 3 anos, mas eu entendo o que elas estão, na verdade, querendo saber. 
Chamamos homeschooling a educação domiciliar, e essa educação inicia bem antes da alfabetização, por exemplo. Para uns pode ser óbvio ler em voz alta, para outros pode ser que sequer saibam o que significa. Falarei, portanto, dentro da pouca experiência que tenho, mas daquilo que já vivenciei e baseado no conhecimento adquirido nos livros que já li. Espero poder ser útil.
Acompanhem a série e podem deixando dúvidas e sugestões nos comentários.


quinta-feira, 16 de abril de 2020

A importância de ler literatura - 100 Livros essenciais da literatura mundial





Abaixo  segue a lista dos 100 Livros Essenciais da Literatura Mundial – O ranking das melhores obras da história em todos os gêneros – (de acordo com a Revista de Cultura Bravo) , que deixo como sugestão para quem quer começar a ler os clássicos:

1) Ilíada – Homero
2) Odisséia – Homero
3) 
Hamlet – William Shakespeare
4) 
Dom Quixote – Miguel Cervantes
5) 
A Divina Comédia – Dante Alighieri
6) 
Em Busca do Tempo Perdido – Marcel Proust
7) 
Ulysses – James Joyce
8) 
Guerra e Paz – Leon Tolstoi
9) 
Crime e Castigo – Dostoievski
10) Ensaios – Michel de Montaigne
11) Édipo Rei – Sófocles
12) 
Otelo – William Shakespeare
13) Madame Bovary – 
Gustav Flaubert
14) 
Fausto – Goeth
15) 
O Processo – Franz Kafka
16) Doutor Fausto – 
Thomas Mann
17) As Flores do Mal – Charles Baudelaire
18) Som e a Fúria – 
William Faulkner
19) A Terra Desolada – T. S. Eliot
20) Teogonia – Hesíodo
21) As Metamorfoses – Ovídio
22) 
O Vermelho e o Negro – Stendhal
23) 
O Grande Gatsby – F. Scottt Fitzgerald
24) Uma Estação no Inferno – Arthur Rimbaud
25) 
Os Miseráveis – Victor Hugo
26) 
O estrangeiro – Albert Camus
27) Medéia – Eurípides
28) A Eneida – Virgílio
29) Noite de Reis – 
William Shakespeare
30) Adeus às Armas – 
Ernest Hemingway
31) Coração das Trevas – Joseph Conrad
32) 
Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley
33) Mrs. Dalloway – Virginia Woolf
34) 
Moby Dick – Herman Melville
35) Histórias Extraordinárias – Edgar Allan Poe
36) 
A Comédia Humana – Balzac
37) Grandes Esperanças – 
Charles Dickens
38) O Homem Sem Qualidades – Robert Musil
39) 
As Viagens de Gulliver – Jonathan Swift
40) Finnegans Wake – 
James Joyce
41) Os Lusíadas – Luís de Camões
42) 
Os Três Mosqueteiros – Alexandre Dumas
43) Retrato de Uma Senhora – Henry James
44) Decameron – Bocaccio
45) 
Esperando Godot – Samuel Beckett
46) 
1984 – George Orwell
47) Galileu Galilei – 
Bertolt Brecht
48) Os Cantos de Maldoror – Lautréamont
49) A Tarde de um Fauno – Mallaemé
50) 
Lolita – Vladimir Nabokov
51) Tartufo – Molière
52) As Três Irmãs – Anton Tcheckov
53) 
O Livro das Mil e Uma Noites
54) 
Don Juan – Tirso de Molina
55) 
Mensagem – Fernando Pessoa
56) Paraíso Perdido – Jonh Milton
57) 
Robinson Crusoe – Daniel Defoe
58) Os Moedeiros Falsos – André Gide
59) 
Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
60) Retrato de Dorian Gray –
 Oscar Wilde
61) Seis Personagens em Busca de um Autor – Luigi Pirandello
62) 
Alice no País das maravilhas – Lewis Carrol
63) A Náuse – 
Jean-Paul Sartre
64) A Consciência de Zeno – Ítalo Svevo
65) Longa Jornada Noite Adentro – Eugene O’Neill
66) A Condição Humana – André Malraux
67) Os Cantos – Ezra Pound
68) Canções da Inocência /C.do Exílio – William Blake
69) 
Um Bonde Chamado Desejo – Teneessee Williams
70) 
Ficções – Jorge Luis Borges
71) O Rinoceronte – Eugène Ionesco
72) A Morte de Virgílio – Herman Broch
73) As Folhas da Relva – Walt Whitman
74) Deserto dos Tártaros – Dino Buzatti
75) 
Cem Anos de Solidão – Gabriel García Marques
76) Viagem ao Fim da Noite – Louis-Ferdinand Céline
77) A Ilustre Casa de Ramires – 
Eça de Queirós
78) 
Jogo da Amarelinha – Júlio Cortázar
79) As Vinhas da Ira – John Steinbeck
80) Memórias de Adriano – Marguerite Yourcenar
81) O Apanhador no Campo de Centeio – J.D. Salinger
82) Huckleberry Finn – 
Mark Twain
83) Contos de Hans Christian Andersen
84) O Leopardo – Tomaso di Lampedusa
85) Vida e Opiniões do Cavaleiro Tristam Shandy – Laurence Sterne
86) 
Passagem Para a Índia – E.M Forster
87) 
Orgulho e Preconceito – Jane Austen
88) Trópico de Câncer – Henry Miller
89) Pais e Filhos – Ivan Turgueniev
90) 
O Náufrago – Thomas Bernhard
91) A Epopéia de Gilgamesh
92) O Mahabharata
93) As Cidades Invisíveis – Ítalo Calvino
94) On The Road – Jack Kerouac
95) Lobo da Estepe – Hermann Hesse
96) Complexo de Portnoy – Philip Roth
97) 
Reparação
 – Ian MacEwan
98) Desonra – J.M. Coetzee
99) As Irmãs Makioka – Junichiro Tanizaki
100) Pedro Páramo – Juan Rulfo


quinta-feira, 19 de março de 2020

Rotina em tempo de reclusão


Elaborei esse guia com dicas para quem está recluso em casa devido ao "corona vírus" que tanto tem nos assustado e nos pegou de surpresa. Para quem sempre trabalhou fora pode ser difícil organizar uma rotina em casa, principalmente com crianças e sem ajuda(diarista, mãe, etc), então, espero que seja útil. Lembrando que é uma sugestão e os horários podem ser adaptados.

________________________________________

ROTINA:

Pais:
5h30-6h: Acordar – Higiene pessoal, vestir-se bem(com uma roupa que você sairia na rua, por exemplo, nada de “roupa de ficar em casa/rasgada/confortável”), oração da manhã, ler um trecho do evangelho(bíblia)

6h55: Assistir a Live do Dr Ítalo Marsili no Instagram
Ou ler um livro, estudar, meditar, fazer exercícios...

7h30-8h: Acordar as crianças(se ainda não estiverem acordadas), vesti-las, fazer a higiene delas
Logo em seguida: café da manhã em família, iniciando com oração

Após o café as crianças pequenas podem brincar sozinhas; os que estão em idade escolar, podem fazer suas atividades: se os professores enviaram conteúdo, senão, podem revisar, ler, é o momento de estudo, e é melhor que seja cumprido logo cedo pela manhã(deveres primeiro). (Se tiver bebês pequenos que fazem soneca de manhã e você achar melhor acompanhar os maiores nos estudos, pode aguardar o momento da soneca dos pequenos para auxiliar os maiores);


Para os pequenos que ainda não estudam, podem brincar enquanto os pais organizam a casa(Bebês: brinquedos, potinhos, no cercadinho/tapete/berço com brinquedos; Crianças maiores sem atividades escolares para fazer podem brincar livremente(sugestão de atividades mais abaixo).

Enquanto isso, os pais e crianças maiores organizam a casa:
·        *  Iniciar ou adiantar processos para o almoço
·        *  Colocar roupas para lavar(em seguida pendurar)
·        *  Quartos: arrumas as camas, tirar roupas sujas, abrir as janelas, guardar roupas que estejam espalhadas
·         * Banheiro: levar as roupas sujas para a lavanderia, estender as toalhas de banho para ventilarem na rua ou varal(depois de secas organizar dobradas na vertical no box ou no local de costume), tirar o lixo, organizar a bancada, aplicar um produto no vaso, arrumar os tapetes...
·         * Sala: guardar excesso de brinquedos, deixar somente o que as crianças irão brincar e estimular que guardem conforme não estiverem mais brincando. Porém, não se estresse com os brinquedos espalhados, um pouco é normal, mas você pode delimitar o espaço de brincar, por exemplo
·         * Cozinha: lavar, secar e guardar a louça, adiantar o almoço, guardar objetos espalhados pela bancada e mesa...

10h-10h15: Lanche(fruta, amendoim, bolacha..)

11h: Acordar o bebê da soneca e colocar pra brincar. Maiores que assistem TV podem ver algum desenho neste horário ou montar quebra cabeças, lego, etc, enquanto a mãe/pai inicia o almoço.

Entre 11h30-12h: Almoço em família.

13h: Filhos: Soneca; Pais: organizar a cozinha, varrer...

15h: Despertar – Lanche


15h - Após o lanche: Brincadeiras (Mais velhos podem cortar a grama, ajudar nos afazeres da casa, ler, recolher, dobrar e guardar as roupas...)

18h: Hora de entrar e acalmar – Início da rotina noturna
Pode-se iniciar os banhos.

18h30: Janta

19h: Banho em quem ainda não tomou, escovar os dentes, oração, leitura...

19h45: Crianças na cama – Dormir!
Pais: organizar a casa rapidamente(juntar brinquedos e colocar mais ou menos as coisas no lugar) e deixar a pia completamente limpa(lavar, secar e guardar a louça), pois isso faz toda a diferença ao iniciar o dia seguinte com bom humor.
Pais: banho, momento do casal conversar, ler, estudar, assistir um filme..

Entre 22h30-23h: rezar e dormir.
------------
Lembre-se:
·         * O ambiente influencia totalmente na nossa saúde mental. A bagunça traz irritação, stress e mau humor, logo, para quem está muito tempo em casa, o lar precisa estar em ordem e as coisas em seus lugares, para que a rotina possa fluir;
·         * Os horários e rotina básica devem ser mantidos para manter a ordem;
·        *  Rezar é fundamental sempre, mas nesse momento é indispensável. Se não possui o hábito, é uma boa oportunidade de iniciar;
·         * Crianças são crianças, precisam brincar, pular, mas também precisam de limites e ordem. A rotina traz previsibilidade e deixa as crianças seguras, sabendo o que vai acontecer em seguida(e nós também);
·         * Precisamos manter a calma, pois a histeria e o pânico só prejudicam o nosso sistema imunológico, então vamos oportunizar bons momentos em família, principalmente em CASAL, para amenizar essa tensão a respeito do vírus;
  
      _____________________________
      
      Sugestões de brincadeiras para dentro e fora de casa(quintal):



Fazer bolhas de sabão
Brincar numa bacia no banheiro com potinhos(“piscina”)
Morto vivo
Siga o mestre
O mestre mandou
Esconde objeto
Esconde-esconde
Massinha de modelar
Jogos diversos(lego, banco imobiliário, xadrez, encaixe...)
Fazer pão/bolo/pizza em família
Brincar na terra
Ver álbuns de fotos em família ou vídeo de casamento dos pais, vídeos de quando os filhos eram bebês...
Mímica
Leitura
Recortes
Fazer cabaninha para brincar de casinha
Ajudar nos afazeres domésticos(não se preocupe que vai levar mais tempo, às vezes eles não estão obedecendo por nada, mas se acalmam ao nos ajudarem a fazer “coisas de adulto”, então alguns potes qualquer para eles lavarem, passar um pano no chão, limpar um vidro com pano e água pode acalmar a criança)
E também é importante o ócio: deixe que a criança fique "sem fazer nada" e ela irá usar a imaginação

Crianças maiores/adolescentes podem ajudar nos afazeres de casa, cuidar dos menores, fazer revisão de conteúdos da escola, ler bons livros, praticar exercícios físicos(tem várias opções no youtube para todos os níveis e idades), ver álbuns de fotos, praticar a boa fotografia/aprender técnicas, ver bons filmes, fazer pequenos consertos em casa, organizar seu quarto, separar roupas ou brinquedos para doar, rezar...

______________________________

Para quem procura atividades no papel para crianças, no meu perfil do instagram(@maeprotagonista) tem algumas sugestões; e também deixo aqui outras sugestões de apostilas para adquirir:
* Apostilas números, cores, alfabetização, formas, espaço Família de Trigo
 _______________________________

Leiam, peguem as dicas que lhe forem úteis e montem a rotina de acordo com a sua realidade. 

segunda-feira, 2 de março de 2020

Série Educação e Virtudes - Introdução

Mother and daughter (George Goodwin Kilburne)

Já faz algum tempo que venho estudando as virtudes com meu filho de 3 anos e irei compartilhar por aqui, através de uma série de post, deixando como sugestões histórias, brincadeiras e materiais para quem também desejar trabalhar as virtudes com seus filhos. Uma boa educação do caráter não forma só a personalidade, mas também bons hábitos, boas maneiras, e também é muito importante o contato com boas referências "externas", como obras de arte que sejam referência do que é belo, e também o contato com boas músicas.
A atmosfera em que a criança está inserida, como um todo, deve ser pensada para bem educá-la, e é justamente isso que venho estudando a alguns anos. Sei que tenho um caminho muito longo pela frente, mas também sei que posso ajudar algumas mães que não sabem nem por onde começar, a partir da minha experiência. Então, vamos lá:

São dois os materiais base que estou utilizando: Cartões das virtudes desenvolvidos pela Katarine do blog Educar com Sapiênica e o material do Clube do Tapete, desenvolvido pela Bárbara Lores do Podclássica.

O ensino das virtudes é o que vai formar o bom caráter de uma pessoa, e ele deve ser iniciado o quanto antes.

-----------------------

NA PRÁTICA:

O uso dos cartões das virtudes - Memorização: Através da memorização do significado de cada virtude, fica mais fácil para a criança se lembrar de como deve se portar. Por exemplo, vejamos os versos sobre a virtude da obediência:
Quando a criança desobedece, ou quando já chamamos a sua atenção mais de uma vez e ela não obedeceu prontamente, podemos relembrá-la do combinado repetindo o trecho memorizado:
   (Mãe fala)  -"Filho(a), sempre atendo ao que meus pais pedem..." (aguardando a resposta do filho)
   (Filho responde) "...na primeira vez em que sou chamado" (ela irá perceber que precisa fazer agora, neste momento, o que lhe foi solicitado)
Essa pequena atitude já ajuda muito a conduzir a criança a desenvolver a virtude da obediência, pois ela constantemente repete em sua consciência o que deve ser feito. Muitas vezes dizemos: "não faça isso", mas não dizemos o que fazer, logo, a memorização ajuda a ter sempre em mente o melhor caminho a seguir.


Uso do material do Clube do Tapete: 
Esse material é riquíssimo, é dividido em quinzenas, e é possível ser utilizado somente ele para trabalhar muitas coisas: Apreciação artística, musical, história bíblica, contos de fadas, poesia, etc. Com ele temos as boas referências de músicas, obras de arte e muitas outras coisas que já vem prontas para imprimir, facilitando muito a nossa vida, já que a fonte é muito segura.

----------------------------

Vou apresentar um resumo do mês do que irei utilizando aqui em casa com meus filhos(3a6 e 10m), e, como disse, espero, através dessas sugestões, inspirar as mães a utilizarem bem esse precioso tempo da primeira infância dos seus filhos alimentando suas mentes com boas referências.
Um grande abraço. Rafaela.

----------------------------

by Giovanni Battista Torriglia

------------------------------
Acompanhe, em tempo "real", lá pelo instagram @maeprotagonista

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Material gratuito: Oração Matinal

Preparei este card com a oração da manhã que estamos fazendo aqui em casa para uso pessoal, e resolvi editar e disponibilizar em duas versões, em letra bastão e cursiva, para quem também deseja introduzir uma oração matinal com suas crianças.
Espero que gostem!




terça-feira, 4 de dezembro de 2018

O dever de educar-se

O título dessa postagem, faz referência à palestra ministrada pelo professor Rafael Falcón em 29/11/2017, em Campina Grande-PR, a qual compartilho o link do vídeo logo abaixo. Recomendo que veja o vídeo antes de concluir a leitura desta postagem:

Clique aqui para ser direcionado ao vídeo no Youtube.
----

O vídeo é um pouco longo, mas vale cada segundo investido da nossa atenção, pois o problema é grave! Muitas vezes pensamos assim: "não há nada de errado com a minha educação. Penso que sei escrever bem, que sei interpretar textos e resolver cálculos, está tudo bem!". Não! Não está tudo bem! O que a grande maioria considera uma "boa educação", não é nem o mínimo do que necessitamos para uma vida em sociedade(assista o vídeo para saber mais). Quando uma pessoa se considera alfabetizada, ela deveria ser capaz de ler QUALQUER COISA no seu idioma. E se você continua achando que o que digo não tem nada de espantoso, eu lhe pergunto: você é capaz de ler, entender e formar uma opinião a respeito de livros de autores, como: Luís de Camões, Dante Alighieri, Louis Lavelle, nesse nível de escritores? Se a resposta for não, posso dizer que estamos na mesma situação!
Uma pessoa alfabetizada, educada, que passa vários anos de sua vida dentro de uma escola, onde espera-se sair de lá com uma boa formação intelectual, deveria ser capaz de ler qualquer coisa, qualquer livro, qualquer artigo científico, e a realidade é algo muito, muito distante disso. Para mim, a escola já não é mais sinônimo de aprendizado, e a educação domiciliar tem se mostrado a única alternativa de alfabetizar e educar meus filhos, mas, antes disso, preciso me educar e estudar muito pra recuperar todo o tempo perdido na escola(em termos de ensino).
O primeiro passo para quem está na mesma situação que eu, precisamos estar cientes da situação, aceitar a nossa falta de educação, instrução, o nosso baixíssimo nível intelectual, pois sem essa aceitação, nada se pode fazer.
Não faz muito tempo que conheci o termo "analfabetismo funcional", que é quando uma pessoa sabe ler, ou melhor, sabe juntar letras, mas não entende o que lê(pensa que entende, mas não entende de fato). O pior, foi quando me dei conta de que faço parte desse grupo de pessoas. Sim, dói. Revolta saber que foram muitos anos na escola jogados fora, pois esse tipo de educação que recebemos lá, poderíamos ter recebido em 1 ano, ou até menos do que isso, fazendo um cursinho qualquer, com um professor particular, ou qualquer coisa do tipo. Mas, ficar se lamentando não vai mudar a situação.
Ok, tomamos consciência que somos analfabetos funcionais, de que estamos muito longe de possuir uma educação de qualidade, então, por onde podemos começar? Vá atrás de boas fontes, leia, estude, pesquise, pois nada está perdido quando agimos para mudar o que precisa ser mudado, quando assumimos a responsabilidade das coisas, em vez de só reclamar ou querer transferir para terceiros(governo, culpar nossos pais, etc) a responsabilidade da nossa própria educação. O tempo perdido não volta mais, então que comecemos a agir para mudar a nossa realidade hoje, agora, já! Assumindo essa responsabilidade, buscando uma educação de verdade, podemos mudar a realidade dos nossos filhos, cônjuges, pois como diz o meu querido professor Rafael Falcón,: "pessoas educam pessoas", e vamos passando esse conhecimento adiante.

Compartilho abaixo alguns links de vídeos e artigos interessantes para quem tiver interesse em mudar a sua própria realidade e buscar uma educação intelectual de verdade, principalmente quem pensa em praticar o homescholling com seus filhos, pois já que vamos ensinar, que façamos o nosso melhor, primeiramente por nós mesmos, para sermos capazes de transmitir essa educação que julgamos a melhor, pois todos nós, pais, queremos o que há de melhor para nossos filhos, não é mesmo?
Espero que esses vídeos sejam úteis, que mostrem que existe sim "uma luz no fim do túnel" na educação do Brasil, mas ela não está nas escolas(pelo menos não no atual momento), portanto, vamos estudar por nós mesmos, pois a mudança começa com cada um de nós.
{E se você tiver algum link para compartilhar, por favor, deixe nos comentários.}
Grata pela atenção até aqui, e bons estudos para todos nós. Deus nos abençoe.

--------


--------


--------
--------
(o áudio do vídeo estava com problemas no início, mas foi solucionado a partir de 9:03min)




quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Bolo de aniversário


Esses dias postei no Intagram(@maeprotagonista) que fiz o bolo de aniversário do meu filho, pois não queria gastar dinheiro com um bolo mais ou menos e puro açúcar, como fiz uma vida inteira. Resolvi que eu mesma iria fazer um bolo MARAVILHOSO, pensando primeiramente no sabor. Não sou boa com decoração, mas investi bastante tempo pesquisando receitas.
Vou compartilhar os links dos lugares que peguei as receitas, pois não fui eu que criei.
Espero que façam, pois certeza que fará sucesso, pois os meus convidados não cansam de elogiar, até quem disse que não comia bolo, por ver todos elogiando, experimentaram e repetiram. Tenho certeza que o sucesso é devido as receitas serem feitas com bem menos açúcar do que os bolos "tradicionais" feito por doceiras, pois elas precisam ter lucro, e açúcar é barato. Nada contra, mas, por exemplo, utilizei 700gr de chocolate meio amargo e  caixas de creme de leite para fazer a cobertura do bolo, e claro que é mais caro do que fazer um glacê, mas fazendo em casa, mesmo com ingredientes mais caros, você não terá o custo da mão de obra, então sairá por menos da metade do preço do que mandar fazer.

Vamos a receita?

Massa do bolo: Utilizei 2 formas de 32cm de diâmetro, e fiz duas receitas. Recomendo o seguinte: faça uma receita(com as medidas abaixo), coloque na forma e asse. Quando estiver quase pronto, faça a outra receita, coloque na outra forma e asse. Após colocar o fermento, é preciso colocar pra assar imediatamente, não pode ficar massa parada, pois o fermento já começa a agir. PRECISA ter, pelo menos, 2 formas, pois o bolo precisa esfriar naturalmente e completamente para poder desenformar, e assim você aproveita que o forno já está aquecido e coloca a segunda massa para assar. Eu fui nessas lojas de R$1,99 e paguei R$18,50 cada forma, então pode investir que não é caro.
Recomendo também que assem uma forma de cada vez, pois eu fiz uma receita e dividi nas duas formas e assei ao mesmo tempo, uma em cima da outra, e o bolo ficou super baixo, então tive que esperar esfriar o bolo, desenformar, e só no outro dia consegui fazer a outra massa.
Ah, o aniversário era no sábado, e eu assei os bolos na quinta-feira, para ter certeza que daria tempo de fazer tudo.

Massa do Bolo(fazer duas vezes a receita completa:

8 OVOS
300 ml de LEITE
255 ml de ÓLEO DE CANOLA
2 xícaras e mais 1/4 de AÇÚCAR MASCAVO
2 colheres de chá de PASTA DE BAUNILHA ou o dobro de EXTRATO DE BAUNILHA(NÃO USEI)
2 e 3/4 de xícara de FARINHA DE TRIGO
1/2 xícara de CACAU EM PÓ
1 colher de chá de BICARBONATO DE SÓDIO
2 colheres de chá de FERMENTO EM PÓ
1 pitada de SAL


No vídeo acima, ela explica bem sobre o processo de rechear, resfriar, etc, e serve para qualquer recheio. Mostro abaixo as receitas dos recheios que utilizei:


1° camada(be baixo para cima)de Recheio de brigadeiro(fiz duas vezes a receita - pode fazer de uma vez):
2 latas de LEITE CONDENSADO (790g)
280 gramas de CHOCOLATE 50% cacau
2 colheres de sopa de MANTEIGA SEM SAL

1 lata de CREME DE LEITE SEM SORO (300g

2° camada de Recheio de mousse de leite ninho(fiz duas vezes a receita - pode fazer de uma vez):
2 xícaras de CREME DE LEITE FRESCO OU NATA(usei nata)
1 lata de LEITE CONDENSADO
1+½ xícara de LEITE NINHO

2 folhas de GELATINA(uma folha de gelatina corresponde a 1 col de chá de gelatina em pó - eu usei 2 col de gelatina sem sabor e dissolvi em 50ml de água para cada receita, como dobrei, usei 4 col)
(Assistir no minuto 2:31)

3° camada de Recheio de capuccino/café(fiz duas vezes a receita - pode fazer de uma vez, e chamei de capuccino pois usei a panela "suja" do brigadeiro de chocolate pra fazer o brigadeiro de café):
1 lata de leite condensado
1 caixa de creme de leite
4 colheres de leite em pó

2 colheres sopa café solúvel
(Assistir no minuto 2:13)

Cobertura: 
Fiz um ganache de chocolate, que nada mais é do que derreter em banho maria 700gr de chocolate(em barra, picado) meio amargo(de 50% a 70% de cacau, no mínimo) e 3 caixas de creme de leite. Deixa esfriar bem, pode até colocar na geladeira ou freezer se precisar usar logo(para gelar mais rápido).
(Vídeo aqui no minuto 6:26)


Observações: Não molhei o bolo, pois a massa já é "úmida" por causa do óleo, então não fica seca. Para fazer a montagem das camadas, coloquei um acetato(comprei em uma loja de artigos pra festas) ao redor antes de montar(como mostra aqui no minuto 5:22). Como eu não tinha forma com fundo removível desse tamanho, montei normalmente dentro da mesma forma que assei o bolo, coloquei um saco plástico bem grande por baixo para não grudar no fundo, e, antes de desenformar, cortei o acetato menor que a altura do bolo, virei COM MUITO CUIDADO(pois fica pesadíssimo esse bolo) em uma travessa, e depois virei de volta na travessa que seria montado definitivamente o bolo.
Assistam os vídeos da Dani Noce que linkei ali em cima inteiros, mais de uma vez se vocês não tem muita prática, pois ela explica detalhadamente e dá vários truques. 
É preciso se organizar com antecedência, fazer lista de compras pra não faltar nenhum ingrediente bem na hora de fazer o bolo, se organize que dá certo.
Eu usei morango e fiz alguns brigadeiros com um pouco do recheio de brigadeiro que deixei bem gelado e fiz bolinhas, mas você pode usar a sua criatividade.
Espero que gostem, e se for pra fazer em casa no final de semana, podem fazer só uma receita, numa forma de 21cm, por exemplo.
Até mais! ;-)

Dica de Leitura: A Fé Explicada

Uma excelente opção de leitura para quem quer conhecer mais sobre a fé católica. A escrita é didática, simples e bem explicativa, pensada para LEIGOS, que não conhecem nada ou muito pouco sobre a doutrina católica.
Livro de cabeceira, excelente!!!
Mais dicas como essa, siga o instagram @maeprotagonista